sexta-feira, março 12, 2004

o terror certo e o terror errado
Minhas condolÍncias e desculpas aos madrileÒos, mas n„o posso ficar calado. Acho incrÌvel como o ocidente, em especial a mÌdia do ocidente, È hipÛcrita. Quantas pessoas morreram na explos„o em Madri? Quase 200? E na cat·strofe do WTC, lembram? O n˙mero oficial È da ordem de 2.749 mortos. Vendo todas aquelas pessoas, coitadas, mortas, nÛs nos comovemos. … humano. Assistimos pela televis„o os familiares chorando, aperta o coraÁ„o atÈ do mais insensÌvel. N„o digo que devamos desconsiderar isso como um ato de violÍncia. O horror, de verdade, È nos comovermos com essas mortes. Nos identificarmos apenas com esses civis. … difÌcil ver alguÈm chorando pelo n˙mero de civis iraquianos ou afeg„os ou vietnamitas (a lista n„o termina) exterminados pelas tropas norte-americanas. Por acaso alguma autoridade disse que o sequestro do presidente do Haiti foi uma ameaÁa ‡ paz e ‡ seguranÁa, ou pior, ‡ democracia? N„o. Por quÍ? Pois a imprensa È extremamente segregadora. Ela conta uma ˙nica vers„o dos fatos. A vers„o oficial, sob a Ûtica do ImpÈrio. Dos filhos da puta do impÈrio norte-americano. Ent„o, lamentemos, sim, o desastre espanhol. Saibamos, porÈm, que È pinto perto do que acontece no mundo. O pior dos terrorismos È o estadunidense. A pior das ideologias È a deles, que tÍm poder de fogo e matam em silÍncio. Vamos, colonos, todos unidos pelo fim do terror!


quarta-feira, março 10, 2004

"anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar"
It happened, ideed. A Globo censurou o BH&C.


terça-feira, março 09, 2004

E depois dizem que depravados s„o os homossexuais. …, Ratinho, quero um devogado, pruque meu marido È homem sexual! No Xongas do final da …poca dessa semana, Ricardo Freire entoa diversos prÈ-conceitos pra defender o casamento de "HÙmi com hÙmi, mulÈ com mulÈ". Com uma coisa, n„o posso deixar de concordar. Que CPI dos Bingos, o quÍ. Se Lula fizesse como Bush, usasse o casamento gay para desviar a atenÁ„o da crise, se daria muito melhor. Desenterrava a proposta de uni„o civil da Marta (pÍ-tÍ, olha l·!) e conseguia fazer o PaÌs esquecer do drag„o do Waldomiro de uma vez por todas. E voltando ao que eu falava no inÌcio: todo mundo acusa os gays de serem promÌscuos. Coitados. Eu nem imaginava que a palavra 'nuas' fosse chamar mais a atenÁ„o dos punheteiros do google que as outras todas anteriormente citadas. 'Bucetinha', ent„o, foi uma sensaÁ„o. Homem È foda.



- É um contra-senso - disse. - Se estas reformas são boas, quer dizer que bom é o regime conservador. Se com elas conseguimos ampliar a base popular da guerra, como dizem os senhores, quer dizer que o regime tem uma ampla base popular. Quer dizer, em suma, que durante quase vinte anos estivemos lutando contra os sentimentos da nação.

Cem Anos de Solid„o - Gabriel GarcÌa Marquez


segunda-feira, março 08, 2004

somos todos NORMAIS

Por acaso esse bic preto e dourado é meu?

Não senhor. Esse aí eu roubei da Marcinha.

***

Paiê, você pegou meu isqueiro?

Eu, não. Eu peguei o da Marcinha.

Devolve!

=>

NOVO CÓDIGO BRASILEIRO DE TRÂNSITO

Esse negócio de pedir passagem coisa do passado. Seta, mãozinha pra fora, nada disso.
Lei da Selva, Artigo 29, Parágrafo Cinco. Ou você vai entrando ou ninguém te deixa entrar.

<=

Ainda há salvação. Duas e quinze da tarde e o mecânico escuta Zeca Baleiro no som de um Monza.


Descaradamente inspirado no livro OS NORMAIS, de Fernanda Young e Alexandre Machado. Um pouco do original:


TÍPICO VANI
Não que eu tenha inveja de ninguém. Olhei no dicionário, não é inveja. Inveja é "revoltar-se com a felicidade alheia". Eu não tô revoltada. Eu só queria saber por que tá todo mundo se dando bem e a minha vida continua esse cocô.