sexta-feira, outubro 10, 2003

Tarzan (O fillho do alfaiate)
Noel Rosa

Quem foi que disse que eu era forte?
Nunca pratiquei esporte, nem conheço futebol...
O meu parceiro sempre foi o travesseiro
E eu passo o ano inteiro sem ver um raio de sol
A minha força bruta reside
Em um clássico cabide, já cansado de sofrer
Minha armadura é de casimira dura
Que me dá musculatura, mas que pesa e faz doer

Eu poso pros fotógrafos, e destribuo autógrafos
A todas as pequenas lá da praia de manhã
Um argentino disse, me vendo em Copacabana:
'No hay fuerza sobre-humana que detenga este Tarzan'

De lutas não entendo abacate
Pois o meu grande alfaiate não faz roupa pra brigar
Sou incapaz de machucar uma formiga
Não há homem que consiga nos meus músculos pegar
Cheguei até a ser contratado
Pra subir em um tablado, pra vencer um campeão
Mas a empresa, pra evitar assassinato
Rasgou logo o meu contrato quando me viu sem roupão

Não sou de ficar colocando músicas aqui, mas essa está me martelando a semana inteira, com toda a história da fantasia. Fora isso, viva Noel, Noel é foda! (Três pulinhos de alegria e bichice.) E é também uma homenagem à minha Jane predileta, que faz falta tremenda no meu convívio.


quarta-feira, outubro 08, 2003

Não sei se alguma tentativa de amenizar, mas parece que tiveram dó. Pois justo no dia em que começo a trabalhar engravatado, chove. Achei ruim, não. Foi ótimo. E ainda ganhei chá de gravata, por assim dizer. Uma azul e uma vermelha. E uma camisa rosa e uma camisa preta. E duas meias pretas. E um terno, preto. Porque agora, pra trabalhar, eu me fantasio de homem sério. Sem problemas com esconder o rabo dentro da calça social, ou disfarçar os chifres com o topete loiro. O problema é só uma sensação ruim que tive, agora no fim do dia. Vendo matéria minha publicada que não era mais minha. Como se lhe tivessem tirado a alma. Tudo bem, se quiserem que escreva sem alma. Eu escrevo. Me matando, mas escrevo.


terça-feira, outubro 07, 2003

em tempo
Blog bom se linka. Ainda mais que é produto em falta no mercado. Ou isso ou era só eu mesmo, cansado de abrir blogs dos outros para chegar a estes deliciosos blogs abaixo.
RMX & LLL
Estranhamente, ambos acabam sendo uma sigla de três letras. Não que isso importe alguma coisa.



fantasia
Não bastasse esse calor do caralho e agora mais essa. Terno, gravata, sapato e frescuras adjacentes farão parte do cotidiano. Trés-chic. Nhem.


domingo, outubro 05, 2003

Lavar essa cara-de-jaca (aliás, jr, o que o cu tem a ver com as calças?) já se faz uma necessidade latente. Depois é ir vegetar na piscina da vovó e comer aquele almoço. Nham. À noite, Arlequim, no Teatro da Caixa. Porque até hoje eu não vi. Para quem ainda não foi também, pode ser a última oportunidade...