quinta-feira, setembro 11, 2003

É só comigo que calor à noite faz querer sair? O problema é que essa província aqui não tem nada para se fazer durante a semana. Já vem chegando quinta-feira e a coisa muda de figura. Quero dar pinta de cult na Academia para o FIC e depois me jogar na Arena e rebolar até o chón, como dizem. Fucntion! Aliás, falando no diabo, indicou um fotolog de barbie que realmente se destaca. Linda, a bee!


quarta-feira, setembro 10, 2003



Meus parabéns atrasados à menina mais fofa de todas.



terça-feira, setembro 09, 2003

fim do silêncio
Ó, voltaram os comentários. Sintam-se livres para me aporrinhar...



-break-
Calor e secura a níveis irritantes. Cerveja em plena terça-feira se faz necessária. Té.


segunda-feira, setembro 08, 2003

Ah. Dona Didi, mãe de minha mãe, agora compra cedês de música em inglês para praticar no carro. Virou fã incondicional de Frank Sinatra e Beatles. Hoje é que eu vejo como os Beatles eram bons. Que clareza! Mas de vez em quando ela 'erra' e compra um ou outro que não consegue entender patavina. Sorte a minha. Faturei um Ella Fitzgerald at the Montreux Jazz Festival 1975. Nhame-nhame!


domingo, setembro 07, 2003


[redefinição forçada. clique para visualizar apropriadamente.]


Depois de três dias virando uva passa na Pousada do Rio Quente, Artur pega o carro da vovó e volta para a Capital. Mais aliviado, mais leve, purificado, por assim dizer. Provavelmente alguns quilos mais, erm, largo. Comer e boiar o dia inteiro faz isso com a pessoa. Tomara que as horinhas na sauna tenham valido alguma coisa. O único defeito daquele lugar é ficar em Goiás, onde, além de puxar o érre de maneira irritante, as pessoas têm a mania nojenta de só ouvir axé e música sertaneja. Acredito, no entanto, que essa temporada imerso em água quente e envolto de pessoas idosas com tecido adiposo avantajado (da série eufemismos escrotos) e crianças e casaisinhos goianos me deu tempo para refletir bastante sobre mim, sobre as minhas metas. [adendo: sempre que eu entro nessas reflexões viro a mais piegas das criaturas, mas um pouco de pieguice é sempre necessária. Quem aguentar, lê.] Minhas companheiras de quarto, vovó e tias-avós Elzira e Linda Rosa, foram umas gracinhas e eu gostei bastante de passar um tempo com elas. Enfim, a semana que começa amanhã terá novos ares, estou mais relaxado que nunca. A única coisa que me irrita é já começar a ouvir o estrido metálico das cigarras. Malditas.