sábado, agosto 09, 2003

Devia ter tomado o antinflamatório às oito e tô tomando às onze. Tem problema?




Algo de errado acontece no reino do kit.net. Minhas imagens deixam de aparecer quando bem entendem. Acho que vou ter que migrar de servidor... FaÁa o favor de se reportar a mim se vir um daqueles odi·veis 'xizes' vermelhos no lugar dos meus bonequinhos de lego.


sexta-feira, agosto 08, 2003

A imagem abaixo me causou um misto de sensações que não sei se saberia explicar. Vaidade, talvez, me censura. Medo de parecer menos inteligente. Mas, por outro lado, odeio essas pessoas que parecem muito inteligentes e se acham muito inteligentes e só saem com pessoas muito inteligentes e vêem filmes muito inteligentes e lêem livros muito inteligentes. Só inteligentes. E pedantes. Eu tenho medo de ser pedante, também. No fundo, esses receios todos são imbecis. Não tenho que temer a reação das pessoas, nem me projetar nos olhos de quem lê. Sou o que sou, 'sou aquele por quem me tomam'(L.P.). Minha personalidade tem mesmo um quê de pastelão e um quê de cult. Brinquedinhos infantis me representam, por ora, e eu gosto disso. Me faz frívolo e nostálgico ao mesmo tempo. Hum, que post egocêntrico... Vontade de arrancar esse umbigo fora.


quinta-feira, agosto 07, 2003



Que se matem de tanta porrada os malas homofóbicos que adoram ir para essas festas. Que as patricinhas consigam tomar bastante bala até melar as calcinhas e estragar as escovas. Só lamento perder o dark room do pedrinho. De resto, não tenho nenhuma boa lembrança, nenhuma saudade das versões anteriores. Não vou, não vou, não vou. Ainda mais agora que soube que eles estarão cobrando oitenta legais a entrada. Pois o meu rico dinheirinho - que, aliás, nem recebi ainda - eles não vão levar.



Hálito de gengibre e a garganta parece desinfeccionar. Isso significa que eu já posso fumar? Acho que vou receber meu primeiro salário hoje. Acho. Preciso de dinheiro, já. Inclusive pra pagar aquela multa ali, na gaveta.E vou botar Platão no mecânico pra acabar com aqueles barulhos estranhos.


quarta-feira, agosto 06, 2003

Percebi que estava esperando por um paraíso, uma redenção. Mas não é exatamente isso que acaba com meu purgatório. A bonança se faz de pequenos passos, pequenos blocos, como blocos de lego. Gradativamente construída. Cimento e espátula nas mãos, rumo a uma nova fase.


segunda-feira, agosto 04, 2003

Quermesse budista é a menina dos olhos do mês de agosto. Vale a pena esperar o ano inteiro. Yakissoba e tempura, deliciosos. E a dancinha com as japinhas de quimono, praticamente espiritual. Eu com aquela mesma estranha sensação de alívio e conforto. Se fosse escrever um horóscopo para mim mesmo seria algo 'céu aberto', sem dúvida.