sexta-feira, março 07, 2003

feij„ocomarroz
J· ao abrir a panela o cheiro gostoso e morno entra narina adentro. O arroz soltinho, porÈm n„o empapado, revela o sabor de alho na fumaÁa. Nham-nham. Mais uma tampa se desvela, caroÁos gra˙dos de feij„o preto emergem por entre especiarias suÌnas. Luta mental para n„o pensar em porquinhos saltitando alegres com seus rabinhos de mola, rosinha. A mistura È polvilhada com farinha, alva. Pensamento nas criancinhas que n„o tÍm nada alÈm de farinha para comer. Malditas, as criancinhas. Esquece as criancinhas. Feij„o saboroso excita as papilas gustativas. Olhares piedosos de criancinhas e poquinhos cor-de-rosa espelhados no branco porcelana do prato. Esquece, esquece. Nham-nham. Barriga e cabeÁa cheias de feij„o e culpa, como um bom brasileiro.



Faxina geral na coluna de blogs aÌ do lado. DifÌcil classificar. Mas taÌ. Quem se sentir ofendido, h· sempre o meu e-mail estampado mais acima. Blogger n„o t· querendo colaborar agora, mas assim que ele resolver, tudo vai aparecer bonitinho...


quinta-feira, março 06, 2003

Recently, the code that runs Blogger has gone through a complete overhaul. For most folks, it was painless and improved their experience. For others, it has presented some problems. The new error messages aren't the most descriptive, and will most likely change in the future, but for now, here's a list of common errors, what they mean, and how to solve them.

Dedico esse post ao esc·rnio contra o blogger - e nem vem criticar minha metalinguagem bloguÌstica, eu gosto mesmo. Definitivamente sou um dos muitos que vÍm sofrendo com as so called adaptaÁıes do sistema. E mesmo sabendo que o n˙mero de post È inversamente proporcional ao n˙mero de coment·rios, estou mandando ver. Liguei o bot„o de foda-se hoje.



Tive um insight delicioso ontem, alguns segundos antes de dormir. Amanh„ eu posto, balbuciei pros diabretes que comeÁavam a enuviar meus pensamentos. Escrotinhos, esses diabretes. Sequestraram minha idÈia e eu fiquei sem o post. Damn it!



Detesto ser feito de idiota. O que n„o È difÌcil. Sou a pessoa mais naiv que eu conheÁo. Fico que nem personagem do filme, querendo tomar as atitudes, sem tom·-las. Pois o que eu quero nesse momento È mandar alguÈm pra putaqueopariu, mas eu n„o vou mandar ninguÈm pra casadocaralho porque eu sou uma besta. Ah, foda-se...



Retorno tranquilo para minha tranquila cidade. BrasÌlia no carnaval consegue ser mais pacata que PirenÛpolis durante o resto do ano. Ontem teve mais sess„o mico - n„o, as fotos ainda n„o foram reveladas. AdaptaÁ„o no Cinemark com malala. Maravilhoso, o filme. Muito bom ver coisas que fogem do banal, ainda que esse filme tenha optado por abraÁar os clichÍs, uma espÈcie de saÌda. Mas voltando a falar de carnaval, me tocou um aspecto da MarquÍs de SapucaÌ. Eu assisti poucas escolas, mas a Beija-flor foi uma delas. Um desfile sem grandes emoÁıes, carros alegÛricos monstruosos. O que se pode perceber È que o que conta ultimamente n„o È a originalidade ou a irreverÍncia, mas sim cumprir-se um gabarito fechado e monÛtono. Uma pena. Quem me emocionou muito foi Joaozinho Trinta, que apresentou uma bela "Ûpera". Explico. O cara comparou o desfile carioca com uma Ûpera, e foi muito feliz com a comparaÁ„o. …, na verdade, um grande espet·culo musicado, exagerado e emocionante, tal qual as grandes representaÁıes. Nas palavras do mestre franzino, O mundo se preparando pra uma guerra, e a gente celebrando uma festa de paz...


segunda-feira, março 03, 2003

Blog vc escreve nas paredes e tem gente que lÍ. Blog È a vers„o moderna e higiÍnica da porta de banheiro.

Acho que ela nem sabe mais - afinal, h· tempos n„o nos falamos - mas eu adoro essa garota...



E ainda teve cachoeira, hoje. Fiquei meia hora debaixo duma queda d'·gua, meditando. Tenho essa relaÁ„o muito forte com a ·gua, principalmente corrente (ouch!, rimou...). Mas comeÁou a aparecer uns farofeiros empunhados com isopores e carv„o, real turn off. Pelo menos deu tempo de recarregar minhas pilhas.




a pedidos



Palma, palma, n„o priemos c‚nico... Eu atÈ pretendo postar fotos de verdade aqui, mas fato È que ainda n„o tenho. Essa aÌ fui eu que tirei com a Mavica do trabalho do meu pai. … um detalhe do leque (È, mestre-sala tem leque, sabia n„o?), e foi feito de tubos de pasta de dente, believe it or not...


domingo, março 02, 2003

Noite de muita alegria, purpurina voando pra tucuntÈ lado. Me diverti horrores, tem gente me elogiando atÈ agora. Cheguei atÈ a dizer um monte de bobagem pra c‚mera da TV Anhanguera (Rede Bobo Goi·s). Se tiver coragem e/ou cara-de-pau suficiente, posto depois as fotos aqui.





Esse È pra vc.