sexta-feira, janeiro 24, 2003

A sexta me conforta, enquanto vou levando minha vida celibat·ria, sem men·ges, sem loucuras. SÛ eu. N„o q sexo seja ruim, muito pelo contr·rio. Mas a putaria por putaria n„o me apetece. Nunca me apeteceu. … uma das coisas q mais me irrita no meio homo, a promiscuidade desvairada. As barbies lindas q se comem lindas e sem nada nas lindas cabeÁas, postonove assiste est·tico. Hoje vou sair sem a f˙ria louca por caÁar. SÛ para descontrair. Sair, no sentido figurado, sair da minha realidade. Sair.


quinta-feira, janeiro 23, 2003

T· quente e eu suando. Nem um cigarro pra me sufocar. Droga! Me perco nas oscilaÁıes da cortina bege. N„o param. E minha press„o a 10 por 7. E devem estar uns trinta e seis graus pq o sol bate na minha perna e meu rosto prega qd eu pego. Pq em uma p·gina È em espaÒol e a outra portuguÍs.
EN el gris,
el p·jaro GriffÛn
se vestÌa de gris.
Y la niÒa KikirikÌ
perdÌa su blancor
y forma allÌ.

Para entrar en el gris
me pintÈ de gris.
!Y cÛmo relumbraba
en el gris!
GarcÌa Lorca. CanciÛn cantada.
E nesse meu teclado a exclamaÁ„o n„o se permite ficar de ponta-cabeÁa. PerdÛn, Federico, perdÛn...


quarta-feira, janeiro 22, 2003

Ah, e nem v„o mais mandar aquela de Eita, caiu a bolinha do seu piercing pela quinquagÈsima vez. Sabe pq? H„? Pq minha amiga de inf‚ncia comprou uma jÛia nova pra mim. Fiquei atÈ bobo feito a three-year-old... Hehe.




terça-feira, janeiro 21, 2003



Calvin me conforta diariamente pelo hotmail. ¿s vezes gostaria q alguÈm fizesse minhas coisas por mim tb...



AlguÈm entrou aqui pelo google com o seguinte referral: site+para+encontrar+amigo+perdido. Era sÛ o q faltava, eu ficar com remorso por n„o ter ajudado essa pessoa... Desse jeito, vou acabar tomando as dores do mundo todas. E n„o tenho a menor vocaÁ„o pra Madre Teresa.


segunda-feira, janeiro 20, 2003

Aquela gargalhada enchendo de novo a sala. Aquelas l·grimas teimosas q andam fraquejando no meu peito saÌram junto com um riso. Momentos de euforia, ela voltando a si... Seria real? Sim, por algumas horas apenas, mas real. E a palavra batendo tÈim tÈim na minha cabeÁa. EsperanÁa. Renovada por um mÈdico de cabeÁas, o neuro. O sangue, com o tempo, ir· desobstruir o enuveado q est· a mente dela. Pra q entremos de novo em sintonia.



Eu sei q deveria estar na cama, q j· passam das duas e q amanh„, digo, hoje minha vida respons·vel tem q recomeÁar logo ‡s sete. Mas n„o. Eu sento e desabafo e uso a desculpa de ter cochilado ‡ tarde na casa de vovÛ. Eu nem quero dar aulas, nem acordar cedo. Mas eu preciso do meu empreguinho mixuruca-mas-È-meu. E eu vou estar l· ‡s dez pra oito e tentar ensinar inglÍs para pessoas mais velhas q eu, sem nada planejado mesmo. Go with the flow. Sade do som me diz q n„o È f·cil...


domingo, janeiro 19, 2003

J· eram quase onze e meia quando tocou o relÛgio. Apanhei o primeiro Ùnibus e fugi, pra bem longe. Lendo meu livro no caminho. Prestando atenÁ„o em cada n˙mero. Seis, em especial. Comi meia lata de banana e passei mal. Queria sumir por alguns sÈculos. Mas n„o d·.