sexta-feira, janeiro 03, 2003

No t·xi amarelo e emgabelador eu j· formulava na cabeÁa um post pessimista daqueles casca-grossa q acabam tocando todo mundo e, quem sabe, atraindo v·rios comentadores pesarosos. Mas, graÁas ‡ gostosa noite no Dama de Ferro (uma boite q È na verdade um grande banheiro, tudo em concreto e metal, onde o som bombava todas) e ‡ leitura do blog da minha titia maga, q me È sempre reconfortante, consegui reaver as forÁas para reanimar as coisas. Uma das coisas q o embalo do taxi me fez avaliar, foi a maneira como escrevo. Pq de repente, comeÁo a pensar q a minha escrita, de alguma forma q eu n„o sei explicar, foge em muito da minha maneira de falar. Sim, pq ler o Epinion È como ouvi Paulinha direto em nossos ouvidos. Ela È extremamente fiel ao seu jeito descomplacente de ser. A quem estarei eu enganando? A mim mesmo, talvez, perdido nesse paralelo entre dois mundos: o real e o fant·stico. Nem sei pq me importo. Ser· q alguÈm se importa? N„o sei, talvez... A verdade È q assim me sinto confort·vel e seguro, de certa forma. Estranhamente perdi minha maneira sucinta de escrever desta vez. … q tenho zelado pelo mÌnimo, pelo indispens·vel, mas de vez em quando as idÈias simplesmente pedem para serem jogadas pra fora, como ·gua em represa. E aÌ temos de respeitar a corrente.


quarta-feira, janeiro 01, 2003

Procura-se coraÁ„o
Grande recompensa para quem encontrar
meu coraÁ„o q est· desaparecido. Ele È pequeno,
timÌdo, costuma se vestir de preto e andar descompassado.
Qualquer notÌcia tratar com zoc no tel 555-lonelyness.




Mutio feliz, emocionado com a posse. O cara conseguiu, È o primeiro passo. Agora È deixar de lado as expectativas e arregaÁar as mangas. Tanto pra ser feito, quatro anos È pouco. Toda vez q um ano acaba, nos damos conta de como ele se vai sem q percebamos. Muita paz e sa˙de nesse doismiletres q se principia! Ah, e um cadinho de sacanagem tb, viu, Iemanj·...


segunda-feira, dezembro 30, 2002

Seres q pensam q o mundo gira em torno de seus umbigos. Muito b„o. Devemos dar um crÈdito, afinal, comeÁo de blog (ou blerg, como diz uma das umbigas) coletivo È assim mesmo, um falando pro outro coisas q sÛ mesmo eles. Mas percebo grande potencial nos meninos, e acho q vai ser uma leitura interessante. Beware.



O q ser· pior: passar uns vinte minutos lamentando a situaÁ„o deplor·vel em q est· a televis„o brasileira (vide Ratinho e Marcos Mion) ou ficar assistindo Dawson's Creek babando pelo Jack como uma adolescente americana? Ces't la vie...



E assim q nos desvencilharmos do mau-humor matinal - apesar de j· passar das duas - da Dani, vamos dar uma pinta b·sica no posto 9. E tenho dito.



Balada Light

Junior me pegou aqui na Barra e nos mandamos pra G·vea, pruma espÈcie de Bar/Boate chamada zerozero. Transformaram um antigo restaurante do Planet·rio em um aconchegante espaÁo onde rola um house gostoso. … impressionante como, com uma boa dose de bom gosto e algum dinheiro, pode se criar um ambiente lindo. Pessoas bonitas e m˙isca interessante. E quando vc pensa q est· fugindo de BrasÌlia... Ela vem com vc. encontrei um bocado de gente de l·, e provavelmente estar„o todos hoje ‡ noite para a noite q est· sendo mais aguardada q o Ano Novo itself: Miss Kittin. … hoje...