sexta-feira, novembro 15, 2002

Ah... SensaÁ„o gostosa, essa. O corpo exausto, mas profundamente feliz. Conseguimos, parir o Jarro! E ficou lindo, o figurino em cima, a maquiagem linda, o espet·culo com ritmo e energia l· em cima... E agradecendo a Deus e a todas as pessoas q ajudaram a tornar esse sonho em realidade tangÌvel.


quarta-feira, novembro 13, 2002

Possesso. Muito, muito irado. Mais calmo, j·. Acho. Receber um trabalho e ler apenas um rabisco q lembra um MM e a palavra internet... H·! Meu trabalho de Jo„o do Rio! RidÌculo. Segundo o professor, a sensaÁ„o q ele teve foi q eu tirei da internet. Eu sei q meu trabalho estava excelente, todo mundo na turma sabe. … como se eu n„o fosse capaz de redigir um bom texto! O negÛcio tava t„o bom q ele n„o conseguiu passar nem uma linha daquela caneta vermelha dele. Hupft! Pelo menos eu sei q meu trabalho ficou excelente, t„o bom q Paniago achou q n„o era meu. Escroto!



Tudo confirmado.

ServiÁo: O Jarro, de Luigi Pirandello. DireÁ„o: Dhenise Neto. Elenco: Diego
de LÈon, VerÙnica Moreno, Jirlene Pascoal, MarÌlia de Abreu, Dhenise Neto,
Miguel Mariano, Artur Gedanken e Tiago de Morais. Sexta e s·bado, ‡s 11h
na PraÁa das Fontes, ‡s 17h na Feira da Torre; Domingo, ‡s 11h no Jardim
ZÙolÛgico e ‡s 17h na Feira da Torre. Ingressos: contribuiÁ„o no ch·peu,
por favor.



terça-feira, novembro 12, 2002



O Jarro
Luigi Pirandello


Sexta feira, 15 de Novembro de 2002. EstrÈia do mais novo espet·culo do Grupo Roupa de Ensaio. Maiores infromaÁıes sobre hor·rio e local em breve nesse blogue e nos jornais locais. CompareÁa!



segunda-feira, novembro 11, 2002

E esse negÛcio de sotaque pega, mesmo. ‘xe... J· tÙ falando tudo sem artigo. Fui pra casa de minha vÛ... Porreta!



Final de semana cultural, tudo de bom... SaÌ bastante com o elenco de Playback - quem n„o viu, perdeu - ainda fomos ao show de N· Ozetti. Por falar nessa mulher... Que coisa! Q afinaÁ„o, q tÈcnica! Parece q ela abre a boca e voz sai por si sÛ. E os m˙sicos, tb, primorosos. Um viol„o, outro de sete cordas e um contrabaixo. SÛ cordas, em perfeita sincronia. Ontem assisti ainda outro espet·culo do festival baiano, Clarices, mas achei muito conceitual, muito inatingÌvel. N„o posso questionar, no entanto, q fosse esteticamente interessante. Depois fui ao Savana, comer algo com dois atores e a produÁ„o. Depois fui pra casa estudar pro semin·rio de Antropologia de hj de manh„. Blanca - professora - adorou. Falei sobre xamanismo. Enfim...