sexta-feira, novembro 01, 2002



O primeiro fansign a gente nunca esquece. Brigado, HÈlio...
...rapazinho ficou achando q eu num ia gostar... Num sei pq!
Ele exprimiu a essÍncia desse blogue: Se for pra esculhambar,
esculhamba logo de uma vez!


Aprenda palavras novas pra falar quando aparecerem as regras, preconceitos, estereÛtipos e professores de ego inflado:
FODA-SE: o mesmo q "eu n„o ligo pras suas regras idiotas" ou "enfie seu preconceito no seu... erm... bolso";
DANE-SE: "foda-se" mais leve;
ESQUECE...: "foda-se" descompromissado;
PASSE BEM!: despedindo-se com um "foda-se" subliminar;
PACI NCIA...: "foda-se" formal e educado.

by HÈlio Paradigma



Assisti ontem uma peÁa q me arrebatou todo. 1,99. Esse È o nome e o preÁo. O cara, Ricardo Castro, faz simplesmente tudo. Texto, direÁ„o, atuaÁ„o, iluminaÁ„o, sonoplastia, maquiagem, produÁ„o, contra-regragem e atÈ bilheteria. Me fez mais feliz sobre ser ator, ser gay, ser brasileiro. A peÁa acabou e n„o dava vontade de parar de aplaudir. Me fez rir, chorar, pensar. Foda! Ali·s, ontem tive um dia muito especial. Passei a tarde com a Dhe. N„o fizemos quase nada do que deverÌamos ter feito, mas foi maravilhoso. Assistimos uma exposiÁ„o do Picasso, espetacular, sÛ de litogravuras dele. Fomos ao shopping, ela entrou numa loja e comprou um presente pra mim, q sÛ foi me dar no fim do dia. Uma coqueteleira linda. Tem um sentido q sÛ eu e ela entendemos. Me senti honrado. TÌnhamos combinado q n„o terÌamos ensaio, para poder assistir a peÁa, q a Dhenise j· tinha visto. Valeu muito a pena. Assistimos tb uma peÁa q teve l· na Casa do Teatro Amador, sÛ ontem. Muito legal, tb. TrÍs companhias, alternando-se. Teatro de qualidade. Nos incitou a fazer mais, melhor. Esse intensiv„o ontem, uma verdadeira aula. N„o vejo a hora de ensaiar, me deu um g·s! Enfim, uma revoluÁ„o na minha cabeÁa. Ela n„o p·ra, n„o p·ra! Quero assistir umenoventaenove de novo, no domingo. Voltar mais cedo de piri, vale...



PÈrolas do aissiquiu
meu nome È Patricia moro em Formosa, e estou louca pra tranzar com vc, sabe vc tem dinheiro, ent„o recebe uma foto minha de 4, esperando vc, mais espere, vc tem que me pagar 150,00, mais tem que pagar a metade adiantado, em deposito, estou dizendo pq se pensar que È calote nem precisa responder, mais se quizer uma noite de prazer vamos, atÈ hoje se quizer.PATY...

Huahuahuahua! Bateu na porta errada, minha filha! Essa coca aqui È fanta. Transar com zÍ foi phoda...


quinta-feira, outubro 31, 2002

Cheiro de panela faz minha boca salivar. Vou atÈ a cozinha e sequestro uma folhinha de r˙cula, salpico um bocado de sal e azeite - q vai macular toalha de mesa recÈm posta. A pasta verde folha-r˙cula-sal-azeite-que-maculou-toalha chega ao estÙmago, q reclama … muito pouco. Ah, fome...



Me cansam muito esses academicismos, essas mesÛclises e pavoneamentos do tipo. Por isso escrevo como falo, com pras e hjs, com vcs. E tenho dito.



Tava rezando pra chover, pra dar cabo nesse calor infernal q vem nos azucrinando. Agora chove, mas o calor persiste. E o Plat„o, q eu lavei - isso mesmo, senhoras e senhores, EU lavei, com minhas prÛprias m„os - domingo e j· t· todo porco de novo. Humpf.



Limpei a farinha do visor pra ver. Nada... Ainda cheio de ·gua dentro. Tenho È de parar com crendices e com preguiÁas e ir aqui em baixo no relojoeiro pra abrir e tirar a ·gua...



Paradigma me disse hj q farinha iria tirar a ·gua do meu relÛgio. …, farinha, farinha de mandioca. Acabo de colocar o relÛgio no pote, sÛ quero ver amanh„ eu lembrar onde foi q eu meti. Tenho cabeÁa-de-vento, disse n„o? Falando nisso, q horas s„o? Sim, pq esse reloginho do computador n„o funciona. Toda vez eu arrumo, È sÛ desligar o pc q o bicho endoida... DaÌ eu tiro o meu do pulso e fico desorientado. Vou ali na cozinha me reorientar e volto j·.


quarta-feira, outubro 30, 2002



Quem È HÈlio Paradigma?
Conheci o HÈlio na faculdade, e ainda tenho o prazer de dividir a classe com este nobre colega. Antes q pensamentos sujos surjam nas cabecinhas de vcs, n„o, n„o existe nada alÈm de amizade entre nÛs. O rapaz acaba de virar um blogueiro, mas est· muito longe de ser um blogayro. Piercings, muitos piercings, topete com muito bozzano, forte senso de humor (negro, mas ainda assim, humor), grande forÁa de vontade e inteligÍncia invej·vel. Passou por umas barras bem pesadas aÌ, este ano, chegando a preocupar. Mas nunca vi alguÈm enfrentar as coisas com tanta coragem, tanta determinaÁ„o. Eu quero ser que nem o HÈlio, quando crescer...

Û-bÍ-Èsse: segundo ele, o blogue se chama lazy life pq ele vai demorar muito pra atualizar. Farei o possÌvel para q isso seja o menos real possÌvel, pq o menino escreve bem, viu? SÛ est· shy, ou lazy, perhaps...



S·bado devo ir a PirenÛpolis. Faz tempo q eu n„o vou. Saio na sexta, happy birthday com os amigos e dia seguinte vou pra piri comemorar com meus progenitores. Desde q a Igreja pegou fogo eu ainda n„o fui, vai ser muito estranho vÍ-la... Mas estou morrendo de saudades da cidade. vou pra uma cachoeira, recarregar as energias pra recomeÁar...



Como um escorpi„o que na noite de halloween se veste de lobisomem, porque no dia seguinte faz anos. E depois È Finados, sabia?



Para os blogueiros e blogueiras de BSB
Estou combinando de ir l· pro cafÈ do titio (q, pra quem n„o sabe, È o CafÈ Savana) na sexta, comemorar. Devo estar chegando l· por volta de nove horas. Quem puder aparecer...


terça-feira, outubro 29, 2002

… maravilhoso ver os elementos cÍnicos ficarem prontos! Nos d· mais seguranÁa, mais espaÁo pra criar... N„o vejo a hora de estrear logo...



Agora o HÈlio Paradigma tb se rendeu ao mundo blogue. Tudo bem q o menino tem a manha de ser mais preguiÁoso q eu, mas...


segunda-feira, outubro 28, 2002

Meu fio, tudo pronto pro ritual de passajem. No dia das bruxa, acende um caldeirao e bota sal grosso, ·gua dormida, uns fio de cabelo seus, agua de colonia (nÈ disodorante n„o, viu?), umas flor brancas e meia dusia de vela vermeia. Derreta as vela primeiro, dispois joga o resto. Dai voÁe diz "Oxala, meu pai" quinze vez. Pronto. È o fim do inferno astr·.
E que Afoxep· li abenssoe nesse seu dia.
Dona*Esmeralda



Vinte anos no final dessa semana. Mas È t„o estranho essa coisa de anivers·rio. Pq, de um dia para o outro vc passa por uma transformaÁ„o m·gica e muda essa nomenclatura social q È a idade. Sabemos q È apenas uma formalidade, q envelhecemos um dia a cada dia q passa, q n„o deixo de ter dezenove para ter vinte instantaneamente. Mas ainda assim est· embutida na nossa cabeÁa essa vis„o, como se numa metamorfose. Mudam coisas, mudam. … um processo todo gradual, mas h· um marco em cada ano, onde paramos para reavaliar tudo o q passou. Mais forte ainda q o Ano Novo e suas promessas, o anivers·rio È o seu momento ˙nico, sÛ vc e seus botıes.Os sonhos, as conquistas, as decepÁıes. Tudo junto num grande liquidificador, massacrando e reciclando. Ou n„o. De qualquer forma, anivers·rios s„o estranhos...



S·bado fui ao encerramento de uma oficina de leitura q teve aqui com q espetacular Fernanda Montenegro. Foi mais uma cerimÙniazinh, sÛ por formalidade, pra agradecer os patrocinadores. Mas valeu por um motivo em especial. Ele lembrou o quanto ser ator È difÌcil, o quanto È sofrido. Mas corre naquelas veias uma paix„o enorme sobre o teatro, t„o forte q revitalizou a minha prÛpria. e ela t„o simples, t„o meiga. D· vontade de ir l· dar um enorme abraÁo. VocÍ vai pedir um auÛgrafo, ela olha fundo nos seus olhos e diz Obrigada, meu filho. Ela falou muito pouco, e os atores q puderam participar da oficina ficaram sÛ rasgando seda pra ela. Tudo bem, mas a gente q n„o participou queria mais. GraÁas ao pedido de uma dos ouvintes, Fernandona falou um pouco sobre Stanislavsk e Brecht, comparando seus mÈtodos, os quais ela chamava de interpretar e representar, respectivamente. Mas uma palavra q ela falou, q marcou os alunos da oficina, tb me marcou. Coragem, meus filhos, coragem! … preciso ter coragem. Muita. E passo a encarar com menos des‚nimo as adversidades no meio do caminho para a estrÈia do espet·culo. Com coragem a gente chega l·...



OlÍ, olÍ, olÍ, ol·... Lula, Lula! Orgulho por viver este momento t„o marcante, t„o importante da histÛria do nosso paÌs. Ok, o FDP e sua quadrilha terRorizta estar„o durante mais quatro anos no poder, mas n„o com a mesma forÁa, n„o com a mesma baderna de antes. Estou t„o feliz q n„o vou deixar nenhum terRoriztinha acabar com a minha festa. Lula j· est· l·!!!


domingo, outubro 27, 2002

Dingou bÈus
Vi um filme de Natal, dia desses, na ag·-bÍ-Û. Sou apaixonado pelo Natal, pelas musiquinhas de Natal, pelas comidas do Natal, Pelo momento q È o Natal. A minha famÌlia È um escracho, e costumamos bolar de rir nessas ocasiıes em q nos encontramos. O tradicional inimigo oculto È o ponto m·ximo da festa. Acho q esculhambamos tanto pq n„o somos catÛlicos (ou a maioria de nÛs n„o o È) e o Natal assume todo um novo significado. … sempre assim, passamos na casa da minha-vÛ-m„e-da-minha-m„e, q È mais religiosa, nem por isso desgrad·vel, mas o lado de l· È bem menor e acabamos meio entediados, ‡s vezes. DaÌ chegamos tarde na casa da minha-vÛ-m„e-do-meu-pai, todo mundo j· puto, a ceia toda destruÌda. Catamos carne entre os ossos enquanto o povo nervoso vai ajeitando as aprontaÁıes programadas. … por essas e por outras q estou pensando seriamente em deixar pra ir pro Rio para o Ano Novo, e n„o em meados de Dezembro, como estava pensando...



H· cinco dias do tÈrmino do meu inferno astral. Cinco dias!